quarta-feira, 7 de março de 2012

Dias vem e vão


E as noites são sempre fúnebres.
Um silêncio que me evade a alma, uma escuridão que inebria meu ser .
Dias monótonos de um ofício incessante. Tento livrar-me e viver o sonho que sonhei
Mas a cada passo dado tudo parece correr no compasso que não consigo ou não posso
Mudar, só me resta atender as regras que a vida me dá.
Sorrir, só por disfarce, Cantar só pra soltar a voz, alimentar-se só para manter-me vivo, pois viver sem ti não existe felicidade, melodia ou vontade.

(Taciana Hilario)

Um comentário:

  1. Olá, tudo bem. Meu nome é Ulisses Sebrian e sou escritor. Vim te apresentar os meus livros. Estão disponíveis para ler nesse link. http://migre.me/dUvmP
    Ou se preferir entre em meu blog e na barra lateral tem as capas dos livros basta dar um clique na foto e ler. http://truquedevida.blogspot.com.br/ Obrigado e muito sucesso e felicidades para você.

    ResponderExcluir